Vinho tricotado

Por definição, revolução é uma «transformação violenta, e mais ou menos rápida, da situação política ou social de um Estado ou de um país»*. Como nasce, se desenvolve e fina?

Baseando-se na obra de Thomas Carlyle, A Revolução Francesa, Charles Dickens narra, através de um romance histórico, a convolução do povo francês. Aos princípios de Liberdade, Igualdade e Fraternidade soma-se a concomitância austera — «ou Morte».

O autor parte da história do inglês Dr. Manette, testemunha forçada de um crime aristocrata, preso durante 18 anos na Bastilha com a pretensão de o reduzir ao silêncio, à demência. Quando solto, é a prova viva da leviandade inconsequente perpetrada pela fidalguia.

Lucie, sua filha, é o opósito das descendentes de Goriot. Meiga, cuida do pai com brio. E, com o casamento, introduz em casa Charles Darnay, que viria a ser um outro filho, pelo amor que ao sogro tinha. Darnay, ou Èvremonde, é um emigrante francês que renunciou aos títulos herdados. Não que lhe valha de muito. O povo tem fome, o povo tem sede e o vinho é mau. O povo quer sangue. Tanto sangue quanto sangue o sangue dos Èvremonde derramou — mesmo que este último não tenha derramado nenhum.

Dickens é mordaz. É irónico e é cínico. Crítico sagaz da sociedade da época, invoca as incongruências comportamentais das duas grandes fatias do bolo social. Escarafuncha a ferida.

A taberna do Sr. Defarge brinda a Sra. Defarge com os nomes para a sua malha, numa alusão às jacobinas que se sentavam junto da guilhotina a tricotar.

A guilhotina é o recreio dos pobres. Um recreio longo.

Todavia, atentemos. Uma revolução também é, por definição, a «volta de um astro ao ponto donde partiu» e a malha uma «sova» ou «castigo corporal»*.

O tribunal plebano era um ditador carrasco. Os revolucionários embriagados, déspotas. A razão diluía-se com o prazer em expungir nobres nomes. A vingança era melhor aceite que o bom senso.

Quão justo era, então, esse populacho francês, e que casta justa perpetuou?

* Definições retiradas do Dicionário Aberto.
Anúncios

One Comment Add yours

  1. sofiafsantos diz:

    Reblogged this on Palavrapateados and commented:

    Dickens!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s