Sobre

Criança séria, mandona, cabeça-de-vento, incoerente, filósofa em part-time e devoradora de chocolates a tempo inteiro, com muita fé nas pessoas e pouca no Homem. Aprendiz de pasteleira — bolachas não incluídas no cardápio—, madrinha de duas esquilas-da-mongólia cor-de-carvão, larápia de roupa da mãe e dos elásticos da sobrinha. Quanto aos sapatos, pouca escolha — tamanho 40 com pouca pedicure impingem sapatilhas até que a sola vede, sola do pé nua, ou botins do avô octogenário para trabalhos mais manuais e menos higiénicos.

Sou a Sofia, filha da senhora não pára e do senhor sempre parado que também faz tudo. Apesar de, por amor à ciência, a minha formação ser na área da Engenharia, frequentei vários cursos directamente relacionados com a escrita. Por amor aos livros, que após leitura são comidos pelo pó, produzo texto sobre a avalanche de memórias que estes acordam.

Desenvolvi trabalho na área da divulgação de ciência e da revisão de texto. Uma miscelânea de coisas que tão depressa me deixam fora de pé como, me agarrando pelos cabelos, me trazem à tona. Convido-os a participarem no blogue.

Com um beijo,

Sofia.

Anúncios